eSocial passa a substituir Livro de Registro de Empregados

Mais uma obrigação foi substituída pelo eSocial. A Portaria nº 1.195, de 30 de outubro de 2019, da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, publicada hoje (31), passou a disciplinar o registro eletrônico de empregados e a anotação na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) por meio do eSocial. Com isso, o Livro de Registro passa a compor o rol de obrigações já substituídas pelo eSocial. Continue lendo “eSocial passa a substituir Livro de Registro de Empregados”

CONTABILIDADE GERENCIAL

A contabilidade é uma ferramenta indispensável para a gestão de negócios. De longa data, contadores, administradores e responsáveis pela gestão de empresas se convenceram que amplitude das informações contábeis vai além do simples cálculo de impostos e atendimento de legislações comerciais, previdenciárias e legais. Continue lendo “CONTABILIDADE GERENCIAL”

Aumente a performance, otimizando seu tempo e reduzindo custos. É simples e automático!

O Analista Fiscal Digital da Questor acessa diretamente a plataforma disponibilizada pela maior provedora de conteúdos para inteligência tributária do Brasil: a TAXWEB. Com esse conhecimento, executa as seguintes operações: Continue lendo “Aumente a performance, otimizando seu tempo e reduzindo custos. É simples e automático!”

Conheça o Questor Gestão Contábil!

O Questor Gestão Contábil possui todos os módulos que um escritório contábil, precisa para a gestão do mesmo.

 

Ele conta com:

 

  • Contábil;
  • Fiscal;
  • Folha;
  • Organizacional;
  • Financeiro;
  • Módulo Inventário
  • Patrimonial 
  • Controle de Tributos 

Dentre outras funcionalidades.

 

A Questor tem cada vez mais, inovado com ferramentas que reduzem custos e disponibilizam mais confiabilidade ao contador e na integração de dados.

Economize tempo e dinheiro. E tenha a tranquilidade de uma contabilidade mais ágil e simplificada.

Seminário de simplificação do eSocial

Aconteceu em Brasília de 16 a 19 de junho, na ENAP – Escola Nacional de Administração Pública, um encontro entre representantes dos entes envolvidos com o eSocial para que fossem definidas as mudanças previstas para a simplificação da plataforma.

Estava na pauta dos debatedores a revisão de todo o leiaute, de forma a eliminar informações redundantes ou que já constem nas bases dos órgãos; a otimização dos eventos, com a exclusão de campos; e a melhoria dos módulos web, de acordo com pesquisas feitas com usuários, com foco na usabilidade e facilidade.

Também foi tratada a substituição das obrigações, com o intuito de identificar os pontos que precisam ser resolvidos de maneira a acelerar o processo.

Como resultado preliminar já foram decididas as seguintes alterações:

Dos 38 eventos obrigatórios no eSocial para as empresas, ao menos 10 serão permanentemente eliminados e muitos dos quase dois mil campos exigidos também serão excluídos.

No evento de admissão, muitos campos antes facultativos, mas que geram dúvida no preenchimento, serão eliminados, como os grupos de CNH, CTPS, RIC, RG, NIS e RNE.

No cadastro empresarial e de estabelecimentos serão excluídas as informações de razão social, indicativos de cumprimento de cotas de aprendizagem e PCD, indicativo de ser empresa de trabalho temporário, modalidade de registro de ponto, entre outros.

Em acréscimo à eliminação de campos, serão retiradas muitas regras de validação, para facilitar a prestação da informação.

CRONOGRAMA

Foi definida a prorrogação por mais 06 (seis) meses para início da obrigatoriedade de envio dos eventos periódicos para as empresas constantes no Grupo 3 e de todos os eventos de SST – Segurança e Saúde no Trabalho. Veja as novas datas:

Evento

Nova data de obrigatoriedade

Eventos periódicos – Grupo 3

Janeiro/2020

Eventos de SST –  Grupo 1
Eventos de SST –  Grupo 2

Julho/2020

Eventos de SST –  Grupo 3

Janeiro/2021

A publicação do novo calendário deverá ocorrer após o dia 28 de junho, quando passa a vigorar a nova composição do Comitê Gestor do eSocial, conforme Portaria nº 300, de 2019.

 

 

Fonte: e-Social

CNDs – Evite Problemas

Já imaginou seu cliente chegar e te pedir uma CND para agora? Consegue imaginar o transtorno que isso vai te causar?

As CNDs normalmente têm prazo de validade de 180 dias e possuem em seu corpo a data de emissão, a sua validade, bem como a abrangência dos dados, além do que foi verificado durante sua emissão.

O processo anterior de emissão e controle das CNDs envolvia bastante esforço, tempo e estava sujeito a erros, uma vez que era necessário acessar todos os órgãos relativos à emissão de CND e, nestes, inserir dados como CNPJ e confirmação da operação. Porém, além de moroso, esse processo não permitia a constante verificação da validade das CNDs. Continue lendo “CNDs – Evite Problemas”

Receita Federal altera calendário para entrega da DCTFWEB

Continue lendo “Receita Federal altera calendário para entrega da DCTFWEB”

O que é EFD-Reinf?

Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais (EFD-Reinf) é mais um módulo do SPED (Sistema Público de Escrituração Digital).

Concebido em complemento ao eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas), a EFD-Reinf tem o propósito de escriturar os rendimentos pagos e retenções dos tributos que não são relacionados ao trabalho.

Tem também como objetivo escriturar a receita bruta para apuração das contribuições previdenciárias substituídas que hoje é apresentada na EFD-Contribuições, no bloco “P”, dedicado a Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta (CPRB). Continue lendo “O que é EFD-Reinf?”

DIRPF 2019: Receita publica regras para entrega

Foi publicada, no Diário Oficial da União desta sexta-feira (22), a Instrução Normativa nº 1871, de 2019, que dispõe sobre a apresentação da DIRPF referente ao exercício de 2019, ano-calendário de 2018, pela pessoa física residente no Brasil.

Em entrevista coletiva, o auditor-fiscal Joaquim Adir, supervisor nacional do IR, informou que a expectativa é a entrega de 30,5 milhões declarações. Além das informações apresentadas na coletiva, como a obrigatoriedade de  informar o CPF para dependentes e alimentandos residentes no país, destaca-se:

Continue lendo “DIRPF 2019: Receita publica regras para entrega”

Cotas para aprendiz e PCD nas empresas.

A dificuldade em conquistar uma vaga de emprego no Brasil não é novidade. Somada a esse obstáculo, a falta de experiência dos mais jovens torna ainda mais difícil alcançar o mercado de trabalho. Já no caso das PCDs (Pessoas com Deficiência), o desafio é superar, não somente a falta de incentivo, mas a carência de preparo e políticas internas nas organizações. Com a criação das leis de cotas para aprendizes e PCDs essa situação mudou, mas no meio empresarial ainda existem muitas dúvidas quanto à obrigatoriedade da contratação. Para que você não seja surpreendido, neste post, trouxemos as principais informações no que diz respeito à cota para aprendiz e PCD. Continue a leitura e confira!

Continue lendo “Cotas para aprendiz e PCD nas empresas.”